Leo Dias assume dependência química e dá detalhes sobre tratamento não convencional

Um dos principais apresentadores e colunistas de celebridades da TV, o jornalista Leo Dias concedeu uma entrevista ao programa Morning Show, da rádio Jovem Pan, para falar abertamente sobre sua dependência química, seu afastamento da TV e do tratamento escolhido para superar o vício em cocaína.

Ao programa, Leo revelou que começou a usar drogas em 2001, mas que não sustenta vício em bebidas e não tem um estilo de vida desregrado atualmente. “Disseram que eu tinha que parar de beber, fumar, frequentar a noite, me afastar de amigos que usam drogas e eu não tenho nada disso”, explicou. Por isso, optará por um tratamento diferente das clínicas de reabilitação convencionais.

Tratamento alternativo

“Combaterei a droga com uma droga e farei uso da mais poderosa: ibogaína”, revelou o apresentador à rádio. Trata-se de uma raiz vegetal utilizada para interagir com as reações químicas que drogas como a cocaína, heroína, entre outras, causam no cérebro.

“É uma droga que provoca horas de alucinações ininterruptas, você fica cara a cara com a morte e após uma semana acaba com a fissura, a vontade que nunca termina”, explicou. Ainda pouco utilizado no Brasil, o tratamento com ibogaína promete cortar a dependência de outras drogas em pouco tempo.

Leo Dias rebateu ainda comentários que faziam piada com o vício. “Eu lamento muito por essas pessoas que usam meu vício para falar do meu trabalho”, disse. Além disso, relembrou alguns períodos de crise do vício. “Lembro que cheirei quase três dias direto quando a Viviane Araújo prestou queixa contra mim por algo que não fiz. Isso me deixou tão mal que eu fujo e a cocaína acabou sendo minha companheira”, revelou.

Por fim, ainda segundo o jornalista, ele ficará temporariamente afastado programa “Fofocalizando”a partir da próxima segunda-feira (17), mas que não abandonou a carreira e nem o SBT, já que o próprio Silvio Santos deu ordens diretas contra sua demissão.

14/09/2018

(Visited 6 times, 1 visits today)